15 Vocabulários usados em Startups

startup2Pra quem tem o sonho de montar um negócio inovador e deseja empreender, antes de começar a estudar algumas ferramentas e metodologias necessárias para validar o negócio precisa aprender alguns vocabulários muitas vezes em inglês que vão fazer parte do seu dia a dia que são:

1. Startup

Startup é o nome usado para definir um grupo de pessoas ou pequena empresa que trabalha com projetos inovadores repetível e escalável com nenhuma certeza de sucesso e muitas vezes com poucos recursos. Muito comum as vezes a figura de um investidor que entra com capital para ajudar a acelerar o negócio.

2. Bootstrapping

Bootstrapping do inglês é mais conhecido como alça de bota, mas também conhecida como começar uma startup com recursos ($) próprios, sem capital de investidores externos.

3. Cloud computing

Cloud computing ou computação em nuvem, significa realocar remotamente diversos recursos de computadores e servidores interligados pela internet que funcionam de forma independente online e não física.

4. Lean startup

Validar a ideia de forma enxuta no mercado e receber feedback do cliente, eliminando possíveis desperdícios de recursos e tempo.

5. Pivot

Pivot ou pivotar é quando o empreendedor decide mudar seu plano de negócio, como estratégia para continuar com o negócio.

6. Meetup

É um encontro informal de donos de startup, empreendedores em geral para troca de ideias e networking.

7. Pitch

Momento que o empreendedor tem para vender a ideia do seu projeto para investidores e jurados. Geralmente tem poucos minutos para a apresentação.

8. Aceleradoras

Aceleradora de startup é um tipo de incubadora com processos e metodologias que ajudam o empreendedor com o negócio, e contam com mentores, consultores e diversos profissionais que vão orientar e manter o negócio. A aceleradora entra como sócio e recebe uma cota do negócio.

9. Venture capital

Capital de risco é uma modalidade de investimento utilizada para apoiar negócios por meio da compra de uma participação acionária, geralmente minoritária, com objetivo de ter as ações valorizadas para posterior saída da operação. Os fundos de venture capital investem entre R$ 2 milhões e R$ 10 milhões em empresas que já faturam alguns milhões.

10. Investidor-anjo

São pessoas físicas que investem recursos próprios entre R$ 50 mil até R$ 500 mil em startups iniciantes.

11. Crowdfunding

Conhecido como financiamento coletivo, pessoas que investem um pequeno valor e muitas vezes recebem algum beneficio em troca.

12. Crowdsourcing

Criação de produtos e serviços de forma coletiva.

13. Open source

Software de código aberto que pode ser usado por qualquer um e ser customizado.

14. Seed capital

Fundo oficial ou privado que investe e estrutura empresas em fase inicial e as prepara para o crescimento, com aportes de R$ 1 milhão a R$ 5 milhões.

15. MVP

Produto Mínimo Viável é uma versão simples de um produto, ou, protótipo que serve para testar o modelo de negócios de uma empresa.

Fernando Scherer

Fernando Scherer

Empresário e empreendedor serial. Diretor e fundador da Selfcomp Tecnologia e produtor do Café com Networking.

Website: http://www.cafecomnetworking.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *